Polônia-geral

A ideia é colocar algumas dicas úteis de transporte, hospedagem, alimentação e custos do lugar. Talvez deva escrever isto nos posts de cada lugar, e quem sabe faça isto nos próximos, mas… a gente vai escrevendo e aprendendo, então vemos como fica melhor depois 🙂

A Polonia é de longe o país mais barato que fui nesta viagem – os preços de lá batem com os de São Paulo para baixo, então aqui é o lugar onde você pode economizar mais ou gastar a mesma coisa para ter algo melhor. Na época, E$ 1,00 aproximadamente PLN 4 (pln = zloty)

 Hospedagem

No Leste europeu como um todo, e na Polônia mais ainda, estão vários dos hostels melhor avaliados em www.hostelsworld.com – são muitos com mais de 90% de aprovação, assim fica razoavelmente fácil encontrar onde ficar.

Em Varsóvia, escolhi o Helvetia (http://www.hostel-helvetia.pl/) 1 noite em quarto para 8 pessoas, dorm. misto (há também dorm. feminino e privado), PLN 45 com um banheiro bom e café da manhã mais ou menos. O hostel fica no meio da ‘rota real’, perto da St Anne´s church, então de ônibus chegava fácil em qualquer lugar.

Em Cracóvia também há muita opção – mas ia ficar em quarto partilhado pelos próximos 10 dias, então como aqui a diferença não é tanta, peguei 1 quarto só para mim. Fechei pelo hostelbookers no skyhostel (http://www.hostelbookers.com/hostels/poland/krakow/3829 ). Os reviews nem são tão bons, mas como disse: queria um quarto só meu por uns dias hehe

O melhor dele é a localização, pois fica praticamente no centro histórico (é só atravessar a rua), e a 15 mins a pé da estação central (de trem e ônibus). A diária foi de PLN 55 e tem um bom banheiro no corredor, com café da manhã ok e um bom staff. Só a internet que é lenta demais. O problema é que na primeira noite algo me picou em vários lugares no braço, e uns 5 dias depois tive uma reação alérgica muito forte – mas não sei o que era, porque foi só a primeira noite e jamais vi bichinho algum na cama ou no quarto, assim que não foi problema do hostel. Bom…o hostel tem esta localização sensacional, mas fora isto é só razoável.

Transporte

 Nas 2 cidades é igual: você compra em alguns quiosques (tem vários, onde vende água e revistas também) os ‘tikety’, comprando segundo o tempo que vai usar(há passe de 60 min até mais de 1 dia). Só NÃO faça como eu: saindo do aeroporto, no próprio ônibus havia máquina de venda de bilhete – assim, quando peguei ônibus de novo pensei que seria igual, porém ali não tinha e acabei viajando de graça. Nem no outro… acabou que em Varsóvia andei várias vezes de ônibus, mas só comprei bilhete 2 vezes – por sorte, nenhum fiscal me pegou. Mas não façam isto! Não compensa o stress de ficar procurando fiscal. Em Cracóvia, como estava muito perto do que importava, nem usei transporte público. Estes tikety, de 60 minutos ficaram 2,8 PLN

Alimentação

 Não vou falar sobre onde comer, mas sim o que comer. Na Polonia o principal que vale é o Pierogi: é feito de batata, em formato de ravioli, cozido e recheado. Os recheios variam, e podem ser queijo, carne, cogumelos, e outro – assim que vale pedir um misto – além do polonês comi também a moda russa, que é frito – mas o polonês é bem melhor. Tem também o borscht, uma sopa meio apimentada – mas naquele calor eu preferi manter distância 😉

Em Varsóvia há alguns restaurantes pouco depois da entrada de barbican que valem a pena. E em Cracóvia pode comer no centro histórico – mas saia algumas quadras longe da St Mary´s Church para pagar menos.

Na média foram PLN 40 por refeição, incluindo refrigerante (e para quem bebe, há enorme variedade de cervejas..). Quando estiver afim de comer um lanche na rua, é só mandar ver nos kebabs, de diversos tipos e bastante decentes, os quais se encontra em qualquer lugar. Água, média de PLN 5

Passeios

 Em Varsóvia, o Tour no Castelo foi PLN 22, e o Concerto de órgão na igreja PLN 9. Para subir na torre e ter uma bela vista da cidade, PLN 7

Em Cracóvia: Colegium Maius é gratuito ver o relógio, mas passear dentro ficou PLN 10. Em Wawel hill, para o que fiz: PLN 37 (como ali é muita coisa diferente, vale ver o valor no site). O concerto de cordas a noite: PLN 50 (e pena que não dava para filmar…) Tour mina de sal, PLN 110 (incluindo entrada). Transporte para Auschwitz – PLN 10 para ida e 10 para volta. E o tour guiado PLN 38

E vale lembrar que em Cracóvia deve ser dos poucos lugares onde vc compra um dragão de pelúcia!!

Seguindo viagem

 De Cracóvia para Budapeste, a maioria do pessoal usa o trem noturno. Leva mais ou menos 11 horas e li em vários lugares que é a pior viagem noturna que muita gente já fez, por serem muitas paradas – ainda assim me pareceu uma boa por aproveitar o dia todo. Fui ver como reservar e descobri que não tem como (mandei email pro pessoal da empresa) – só pode comprando na estação diretamente. Como sou fissurado em adiantar tudo, procurei outros caminhos e… há 2 companhias de ônibus: www.eurolinespolska.pl e www.orangeways.com  (precisa procurar a versão em inglês nos sites).

A viagem dura somente 7 horas e sai menos da metade do valor do trem – o problema: são 3 por semana somente – assim ou eu pegava no sábado, ou só teria outro na terça feira, e foi isto o que gerou a correria ao final do tour da mina. Mas tudo bem, deu tudo certo e a viagem foi ótima. O interessante foi que em 7 horas nós saímos da Polônia, tivemos uma parada rápida na Eslováquia e terminamos na Hungria. Custo: PLN 79 e leve euros, pois é a moeda na Eslováquia.

Sobre esta viagem ainda: é importantíssimo pegar algum dinheiro húngaro ainda na Polônia (diversas casas de câmbio fazem esta troca). Isto porque cheguei em Budapeste num sábado depois das 22h00, então jamais conseguiria trocar dinheiro a esta hora, e não queria depender de caixa eletrônico. Assim, levando dinheiro foi só descer do ônibus e pegar o metrô ali mesmo…

OUTROS

Além de Varsóvia e Cracóvia (onde creio que o ideal seria ficar pelo menos mais 1 tarde, ou talvez ainda 1 dia), para quem tiver mais tempo na Polônia vale visitar as Tatra Mountains. Há tours saindo direto de Cracóvia, mas creio que vale ir até lá conhecer o lugar, com base em Zakopane.  Há a cidade de Wroklaw, outra cidade histórica que dizem ser bastante bonita e Gdansk, cidade portuária e uma das mais importantes do país.

Anúncios

4 Respostas

  1. Nao troque dinheiro no aeroporto!!!!! troque so o indispensavel para o trem até o centro ou o taxi. No aeroporto me pagaram 3 Zloty por euro, enquanto em qualquer casa de cambio no centro de Varsovia, pagavam 4 Zloty por euro.

  2. Descobri seu blog no site mochileiros e estou aqui em casa, pleno domin go, viajando pelos seus posts….
    alex, estou indo de cracovia para bratislva ao inves de ir para BUDAPESTe….assim como vc estou tendo um problema absurdo com as passagens… q qvc me recomenda? comprar lah na hora? serah q eu encontro esse itinerario…
    abc

    • Não foi o único desesperado prá viajar que ficou em casa hoje hehehe Pelo menos escrever (algo que não faço há alguns dias…) é uma maneira de se viajar novamente 🙂

      Pelo que li de quem foi de trem, contanto que vc chegue em Cracóvia e já compre prá próxima cidade, o pessoal nã otem problemas em achar passagem, não – e Bratislava é metade do caminho até Budapeste, então não deve ter problemas.
      Mas… eu recomendo procurar ônibus também (estas 2 companhias ai parecem ser as melhores), porque além de poder comprar adiantado, ainda é bem mais barato e é confortável…
      Abraço,

  3. […] Neste post comentei sobre umas picadas que tinha tomado em Cracóvia, sem saber bem o que era – 3 dias depois, em Buda, percebi que meu braço e perna esquerdos estavam bem marcados: não doíam, não coçavam, mas as picadas estavam bem inchadas e feias. A noite confirmei que as costas também não estavam melhores – tirei até uma foto para deixar de recordação; só não esperava que esta seria a foto menos feia da situação…. quem tiver curiosidade mórbida, fique a vontade: http://olemxela.multiply.com/photos/album/57/Budapeste#photo=12 mas a pior, que tirei 2 dias depois, não tenho coragem de publicar, não… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: