Região do Caracol

De longe, a melhor maneira de aproveitar esta região é estar com carro, para ter liberdade de ir nos pontos que quer e ficar o tempo que der vontade. Mas na falta dele, o ônibus da excursão também serve 😉 Aquela região entre Gramado e Canela parece um parque de diversões, com atrações para todos os gostos: museus sérios, museus para se divertir, belezas naturais, belezas artificiais… muita coisa concentrada num lugar só, mas não necessariamente perto uma da outra – assim, transporte se torna necessário.

PARQUE DO CARACOL

Entre o que a gente visitou, é o lugar mais bonito. A entrada do Parque custa R$ 10,00. Bastante sinalizado, ao chegar você vai pela direita descendo um caminho até o primeiro (e principal) mirante da lindíssima cachoeira de 131 metros. Ali do lado, meio escondido no meio das árvores, a direita de quem está descendo, há um Elevador Panorâmico, que custa mais R$ 7,00  e te leva 27 metros acima. Achei que seria roubada, mas não é não… a vista que se tem lá do alto é diferente – isto porque dali se avista tudo por cima mesmo, vendo o destaque da queda perto das árvores e toda a mata que rodeia a região. Se estiver em muita gente (ou com o dinheiro muito contado) tudo bem- mas se puder, suba que vale a pena.

Cachoeira do Caracol

Vista do elevador panorãmico

Seguindo pelas trilhas também tem outras coisas: primeiramente, os corajosos podem descer a escadaria que leva mais perto da cachoeira. Como estava com excursão, a 1h10 de tempo livre (que poderia ser maior) é uma ótima desculpa para não descer – mas a verdade é que precisa de muuuuito fôlego. Afinal são aí 700 degraus, e como bem comentaram: não tem guindaste prá ajudar a subir depois não…

Agora em close

Para quem não vai descer, pode andar um pouco mais pela trilha que tem-se uma bonita vista de outras quedas menores, junto a um paredão, que se localizam antes da queda do caracol propriamente dita – vale a pena a caminha rápida até ali. Fora isto, tem um passeio de trenzinho que li ser bom para crianças, e que nem pensamos em tentar. O que fizemos foi descansar no meio das folhas e lindas flores que haviam por ali.

Outras quedas

Quem for de carro próprio ou de ônibus, ou mesmo táxi (que nem deve ser tãaaaao caro prá quem vem de Canela) aproveite para curtir mais um pouco das trilhas ficando umas horinhas a mais, que a região ali é muito linda e vale a pena.

Flores do parque

TELEFÉRICO

Este é o grande ponto que senti falta de não ter conhecido, mas não há como não comentar. Pouco depois da entrada do Parque, tem-se o teleférico Talvez seja um pouco caro (20 reais por 20 minutos de passeio), mas tenho certeza que deve ser muito bonito, e quem estiver de carro acho que devia fazê-lo.

Agora, não tem como não avisar: estava pensando em pegar um táxi e desistimos após lermos  num jornal no hotel que tinha havido um acidente bem no teleférico bem no domingo do carnaval – pior: buscando agora link de noticia para postar aqui, soube que houve outro descarrilamento alguns dias antes, na mesma semana, então interditaram o lugar – aqui. Assim, tem que procurar informações de como estão as coisas por lá quando for. Sei lá: tendo oportunidade, eu ia – mas tem que se pensar bem hehehe

CASTELINHO DO CARACOL

No caminho ao Parque, existe este castelinho  Na verdade, é uma bonita casa de madeira construída no início do seculo XX e que com o passar do tempo acabou virando uma espécie de museu. A entrada custa R$ 6,00 e eu acho que vale a pena, mesmo sendo um passeio bem rápido. Dentro da casa você vê alguns móveis e ‘eletrodomésticos’ usados antigamente (e ver coisas que minha avó usava quando eu era novo só me faz perceber como estou ficando velho). Também vale dar uma volta nas outras casinhas, porque são bonitas e tem artesanato para quem gosta, com aquele jeitão de fazenda.

Castelinho do Caracol

Escolhendo o carrinho do baby.

Alguém quer um cuco?

Mas o que realmente faz a fama do castelinho é a casa de chá e o Apfelstrudel delicioso – ficou R$ 17,00 (sim, é bastante caro) na versão com sorvete, que dá para 2 pessoas experimentarem com gosto. Só mantenha  longe de diabéticos, com perigo de deixar alguém em coma de tanto açúcar – para ter uma idéia, o sorvete serviu quase como contrapeso ao excesso de doçura do negócio…

Enfim: comecei a escrever pensando em falar sobre diversos lugares que dá para conhecer num único dia, mas não tem jeito: começo a escrever e sempre escrevo muita coisa, então para não ficar ainda mais longo, deixo este post somente com a região do caracol, mas que prá mim é dos principais pontos turísticos da região.

Anúncios

2 Respostas

  1. boa noite gostaria de entrar em contato com a pessoa que tirou as fotos acima gostaria de utilizar uma das fotos no trabalho que estou realizando.
    desde já agradeço se tiver o retorno.
    obrigado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: