Gramado e Canela – arredores

Como falei, há muito mais na região, especialmente na estrada que vai de Gramado até Canela – são diversos pequenos museus e parques e como são bem variados os temas, acabam valendo a pena.  Antes de começar: as fotos que estão mais estranhas é pq acabou a bateria da máquina bem no meio do dia, então foi com o celular mesmo – triste isto hehe

 

Museu do chocolate

Sem dúvida, uma das grandes perdições da vida, há diversas fábricas de chocolate na região e resistir é muito difícil. Algumas destas fábricas criaram museus, sendo um dos principais o da Prawer  Nós fomos ao da Caracol cujo link é este O ingresso é R$ 5,00 e vale bem a pena – se estiver com criança então, elas fazem a festa.

 Já na entrada, temos o “maior coelho de chocolate do mundo”, que recebe cobertura extra a cada 6 meses; ao lado há uma mini-fábrica com o pessoal na época fazendo ovos de páscoa (que são bem mais baratos – e mais gostosos – que o das marcas mais conhecidas).

Coelinho recordista

Preparando para a pascoa

 E aí entramos na parte da história do chocolate. Esta história tinha lido algo num pequeno museu em Campos do jordão, mas não dá prá comparar: aqui temos a história e também um clima bem legal, além de alguns bonecos que representariam esta história. Claro que temos que fazer nossas poses sem noção para as fotos, né 😀

Todos adoram a Mima

 

Vai encarar?

No final, vamos a chamada “galeria da história” onde temos também vários objetos feitos em chocolate! Ao final ainda tem a lojinha prá dar o último adeus a qualquer tentativa de dieta hehe

Totem de Chocolate

O mundo a vapor

Um dos lugares mais clássicos da região,  o Mundo a Vapor teve sua primeira miniatura criada em 1950 e já em sua entrada tem a famosa réplica de um acidente de trem ocorrido na França.

Mundo a Vapor

Dentro o que tem são diversas miniaturas de fábricas, todas funcionais e diversas delas com explicações, que valem a pena ser ouvidas. por exemplo tem a pedreira, a siderúrgica, fábrica de papel (vc pode ficar com uma amostra), usina termelétrica e outras. Além disto, tem também um trenzinho que faz uma volta minúscula, mas foi bom prá relembrar a infância…

 

Fabrica de papel

A entrada fica em R$ 14,00 e apesar de parecer um pouco cara, vê-se bem o uso em cada uma das miniaturas.

Mini mundo

Outro dos mais clássicos, vale demais a visita. O Mini Mundo começou com os estímulos de netos para com seu avô, que foi fazendo réplicas de cidades da sua Alemanha natal, e estas réplicas foram aumentando e aumentando ao ponto de se formar uma enorme cidade, todos 24 vezes em relação ao seu tamanho verdadeiro.  Escrevendo miniatura pode parecer com o Mundo a Vapor, mas é algo totalmente diferente, não se preocupe.

Na verdade, são diversos pontos turísticos de diferentes lugares do mundo, que estão sempre aumentando – alguns dos mais recentes são a igreja de Ouro Preto, e o aeroporto de Bariloche com a Cordilheira dos Andes ao fundo. Outra parte bem interessante são os ‘habitantes’. Tem-se ali a contabilização dos pequenos que vivem espalhados na região e que até mesmo fazem eleição para prefeito!

Mini Mundo

 

Lendo aqui as pessoas podem achar meio infantil, mas se por um lado a criançada sem dúvida adora, também encanta aos adultos a precisão de tudo, a técnica e organização usadas. São R$ 14,00 para adultos e 7 para crianças e maiores de 60 e sem dúvida vale cada centavo investido!

Lago Negro

Depois de tanta miniatura vamos a algo mais natural. Ainda que o Lago seja artificial ele já está ali há tantos anos (desde os anos 40) que praticamente faz parte da paisagem. É um lugar excelente para um piquenique ou, caso não possa, para pelo menos dar uma volta embaixo das árvores.O lugar é muito bonito e vale demais a visita – até mesmo por ser gratuito.

 A criançada vai aproveitar os pedalinhos e quem não quiser pode alugar uns carrinhos tipo de golfe que vemos em filme americano – mas a volta ao redor do lago é tão rapidinha e prazeirosa que vale é a caminhada mesmo! Só tente ir mais no começo da manhã ou fim da tarde ou vai encontrar super lotado o lugar 😉

*Não é minha a foto, mas não sei a quem dar o crédito...

Para não lotar de informação, no próximo post coloco sobre os outros lugares que a gente conheceu…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: