Londres – Geral

Internet

A cada viagem, vou encontrando diferentes sites nas pesquisas. Os únicos que volto sempre são o Mochileiros e o Viaje na Viagem – de longe o último é o melhor para a Europa. A partir dele, o que mais usei, o que garimpei de alto abaixo, foi o Londres Para Principiantes.

Claro que usei um monte de revistas que já tinha aqui, além do Guia Criativo do Viajante Independente, que já tenho comprado desde 2007(sim, comecei a pensar em Europa em 2007, apesar de só ter ido em 2010) e comprei um guia em livro da Fodor´s.

Mas agora há algo que pode ser até mais útil que isto tudo: apps! Enchi meu ipad de aplicativos. O Triposo London Guide é muito bom e o Tube Map (mapa do metrô) é praticamente indispensável. Vale procurar por “Timeout” que o guia da cidade é gratuito no iPad – e ainda baixei o aplicativo do Lonely Planet, mas não gostei muito…

Chegando e saindo

Há diversas maneiras de chegar a partir de Heathrow, todas bem explicadas aqui. Normalmente iria de metrô, mas com a filhota achei melhor seguir um meio mais caro e reservei um transfer. Escolhi uma bem conceituada, e que era mais barata: www.simplyairports.co.uk Ficou 45 libras(sim: mais de 100 pila, mas em Cumbica o taxi sai até mais caro).

O problema: saimos do voo e não tinha ninguém lá.. procura de um lado, de outro, até que consegui acessar internet por lá e pegar o telefone deles (dica óbvia: não esqueça o telefone do seu transfer ). Liguei e o pessoal tinha marcado dia errado na agenda :-O  Fosse outro momento, tinha pego um táxi – mas me prometeram resolver tudo em 20 minutos e eu precisava da cadeirinha de bebê! Passou 30 minutos e liguei, daí mais 30 e finalmente, mais de 90 minutos depois da chegada, apareceram. Ao menos reconheceram o erro e deram 10 libras de desconto (parece pouco, mas são quase 40 reais).

Para a gente não se sentir especial, pelo menos 2 grupos mais me perguntaram se eu sabia da “Simply” – pelo visto eles esqueceram todo mundo naquele dia!

Na volta, até tentei ir com eles, mas me ignoraram completamente os emails, então fomos pela www.justairports.com – a volta foi direto de King´s Cross (estação do eurostar), e como aquilo é gigantesco, ficamos uns 20 minutos até encontrar o cara – mas ao menos ele já estava lá. A volta ficou em 49 libras + estacionamento em King´s Cross(que ficou 6 libras por uns 30 minutos… até o cara ficou xingando o valor altíssimo). Mas de boa: pouco mais de 1 hora da estação até o aeroporto. Tanto na ida quanto na volta, o carrinho do bebê custou 5 libras.

Hospedagem

Com falei, optamos por apartamentos. Há uma quantidade gigantesca de sites com aluguel de apartamento em Londres – o mais dificil foi encontrar algum que pudesse ter um berço, com uma localização decente e um preço não tão absurdo. Ficamos com este aqui . A localização foi ótima: pertinho de 3 grandes estações de Metrô, inclusive King´s Cross (o que foi bom no dia de ir para Paris) – só seria melhor se fosse no centrão.

Entrada do apartamento

A cozinha é minúscula, e a cama é gigantesca(na verdade, acho que juntaram 2 camas hehe). Bercinho estava lá quando a gente chegou. O banheiro também era bem grande e tinha uma banheira enorme, que foi boa prá gente e até para a Isabeli. Na verdade, é meio que um condomínio de apartamentos, com recepção e tudo – e fica ao lado de um Hilton. Preço: 106 libras/noite. Para comparação: o único hotel na região que chegava no mesmo valor tinha reclamação de ser muito sujo e apertadíssimo – o restante era tudo bem mais caro que isto.

Caminha pequena (e bagunçada)

Mas nem tudo são flores: dentro do hotel, o aquecimento era demais, demais. Na verdade, em todo lugar de Londres que a gente entrava, começava a suar de tão quente: qualquer loja era quentíssima, mesmo que do lado de fora tivesse uns 28 graus, dentro estava mais quente. Isto não seria problema, não fosse não termos como controlar a temperatura do apartamento – o que foi um problema sério. Por sorte um cara na recepção arrumou um ventilador logo na primeira noite, então a janela aberta e o ventilador funcionando o tempo inteiro tornou o quarto bem habitável – mas não fosse isto, teríamos sérios problemas para dormir.

Assim: se tiver um ventilador, recomendo muito este apartamento – já sem ele… só se vc gostar de calor 😉 Mas o preço foi excepcional, para a região. Ficaria de novo? Pela localização e valor, creio que sim – mas teria que ter garantido um ventilador.

Transporte

A malha de Metro(underground) é impressionante, e também os ônibus são inúmeros – mas é tudo muito, muito caro se for comprar unitário. O que precisa é comprar passes. Leia este post que explica bem como funciona o OysterCard e o Travelcard. Mas há ainda uma outra opção, que é o Travelcard comprado na estação de trem. Qual a diferença do comprado no trem e no metrô? Para usar no dia a dia, absolutamente nenhuma – mas se vc comprar no trem, tem a promoção 2 for 1

Estreando no Metrô

Mesmo que vc ficar um pouco longe de uma estação de trem (eu fiquei do lado), vale pegar o metrô até alguma delas e comprar. Para ter uma ideia, a entrada na Tower of London é 20 libras por pessoa – 40 libras dá uns R$140… com o passe de trem, ficou metade – ainda caro, mas beeeem mais barato.

Para comprar o tal travelcard no trem para 7 dias você precisa levar 1 foto 3×4 daqui – ninguém me pediu para ver a foto em momento nenhum, mas não tem como comprar o passe se não tiver a tal foto.

O que usamos foi um travelcard de 7 dias e mais 1 travelcard de 1 dia para o último dia. Além disto, houve uma saída minha em que esqueci o travelcard em casa. O que fiz foi comprar um Oyster Card (que custa 5 libras), carregar com 5 libras para usar em passagem, usar  o que precisava e, antes de ir embora, devolver o Oyster em uma das bilheterias de metrô – recebi de volta as 5 libras do cartão + 3 libras que ainda tinha de crédito!

E para saber que estações ir, use aquele aplicativo, ou procure na internet…no começo parece impossível, mas depois de 8 dias já estava fácil chegar numa estação e descobrir como chegar na que queria ir.

Depois de 1 semana já bem acostumada

King´s Cross

Anúncios

2 Respostas

  1. Obrigada por citar nosso blog! Adoramos ter contribuído para o sucesso da viagem!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: