British Museum

Londres tem muitos museus sensacionais, boa parte deles (os mais interessantes) gratuitos. Como rato de museu, seria o paraíso – porém 8 dias é tão pouco tempo em Londres que, mesmo que tivesse ido sozinho, não daria tempo para ver metade do que me pareceu interessante – mais ainda com a esposa, que não curte muito museus, e a pequena. Assim, acabei escolhendo o com a temática que mais me interessa: história. E se tem algo que o Museu Britânico tem, é história.

A começar pelo próprio museu: segundo a Wikipedia, foi fundado em 1753, sendo o museu mais antigo do mundo – e um dos mais visitados. Tem tanta coisa ali que, se ficar 1 mês inteiro, capaz de não dar tempo de ler tudo o que tem de informação. Claro que algo tão antigo não estaria livre de polêmicas: a principal é que muita coisa que está ali foi adquirida de maneira ilegal – seja por ladrões de túmulos, seja por coisas ganhas em guerras, muito é pedido pelos seus países de origem, em disputas que duram anos e anos…

Mas para a gente enquanto não resolvem, vamos aproveitando. Muita gente passa direto pela Pedra de Roseta e está visto – outros veem somente a parte egípcia, ou parte mais antiga. Enfim: cada pessoa tem sua própria maneira de aproveitar o museu e vou comentar a nossa.

British Museum

British Museum

Entrada do museu, com totem canadense

Entrada do museu, com totem canadense

Peguei no site do museu um “pontos altos em 3 horas” e fomos vendo o que estava no caminho.  O principal é claro que é a Pedra de Roseta, a partir do qual finalmente os hieróglifos egípcios puderam ser decifrados, mas toda a parte egípcia é impressionante, com muitos bustos, sarcófagos e múmias.

Estátuas egípcias

Estátuas egípcias

A Pedra de Roseta

A Pedra de Roseta

Também a parte da Assíria foi muito interessante, especialmente por estar ligada há acontecimentos diversos da Bíblia, como comentários sobre Senaqueribe. Outra ligação com a Bíblia é a Tábua da Inundação com uma lenda antiquíssima sobre uma grande inundação na Mesopotâmia, com lembranças do dilúvio.

A tábua da inundação

A tábua da inundação

Vale visitar a parte asiática, a africana, a americana…enfim: o museu é gigantesco – chegamos lá as 11h00 e só saímos umas 16h00, isto porque a Isabeli estava começando a ficar cansada, e os pés já não aguentavam mais. Mas quem ficar em Londres mais tempo, pode aproveitar diversas visitas, vendo um pouco de cada vez, que deve ser melhor. Até porque é gratuito, então dá para aproveitar sempre.

Diretamente de Nínive

Diretamente de Nínive

Caça aos leões na Assiria

Caça aos leões na Assiria

Especial Jogos Olímpicos

Especial Jogos Olímpicos

Parthenon grego

Parthenon grego

Museu visto de cima

Museu visto de cima

Comendo

Tem umas lanchonetes ali dentro que vendem uns lanchinhos, bebida, bolos e até umas saladas bem reforçadas.  Um almoço até razoável para 2 pessoas ficou 21 libras

Com bebês

Um dos lugares mais ‘baby-friendly’ da viagem, sem dúvida alguma.

Trocando: o trocador é um pouquinho escondido, mas como aproveita a estrutura para deficientes, não precisamos descer a escadaria dos banheiros ‘normais’ e eu pude ajudar também.

Comendo: papinha deve ser mais complicado (como seria em todo lugar, aliás), mas se for só na mamadeira tem um monte de lugar para sentar e os banheiros tem água quente, para o caso da que você trouxe de casa acabar no caminho.

Carrinho: há alguns degrais, mas no geral é tranquilo andar com carrinho. Para ir para andares diferentes, use os elevadores (aliás: é tão alto que mesmo sem carrinho eu prefiro os elevadores). A única dificuldade foi a quantidade enorme de gente, o que pode complicar para ficar andando com o carrinho para todo lado, mas fora isto aproveita-se bem.

Enfim: um dos maiores (e também dos melhores) museus do mundo, totalmente gratuito, esperando quem se dignar a apreciar um pouco da nossa história. Imperdível é dizer pouco.

Pai coruja, não podia deixar de ter uma foto destas :)

Pai coruja, não podia deixar de ter uma foto destas 🙂

Outros Museus

Este foi o único em que fui, mas na pesquisa houve vários que me interessaram, então coloco-os aqui, por ordem de interesse:

National Gallery: É uma grande galeria de obras de arte, desde o século XIII até o XX, com destaque claro para o renascimento italiano, de DaVinci, Michelangelo, Rafael – enfim: tem jeito de valer demais a pena e se tivesse ido em um segundo museu, seria este. Além do mais, é gratuito e tem um restaurante que serve para um chá bem decente, como falei neste post.

Victoria & Albert Museum: Este museu tem seu nome da rainha Vitória e seu marido, e é um grande museu de Arte e Design, desde tempos medievais até hoje. Tem exposição de cerâmica, ferro, mobília e também joalheria e moda. Particularmente a de moda deve interessar muita gente. Também gratuito.

Churchill War Rooms: Transformaram o Centro de Comando britânico(ou Gabinete de Guerra) na Segunda Guerra em um grande museu, que também abrange o antigo Museu do Churchil. É o único nesta lista dos que eu mais queria ver que é pago: 17 libras por pessoa, mas com desconto  do 2 for 1

National Portrait Gallery: Grande galeria de retratos de ingleses famosos: reis, membros da corte, artistas, escritores(Shakespeare,por exemplo), atletas…enfim: gente importante para a história do país. Também é gratuito e fica na frente da National Gallery, podendo render um interessante programa duplo.

E ainda tem o Tate Modern, Tate Britain, Museu de Londres (história da cidade), Museu de história natural, Museu de cera Madame Tussauds (a caríssima atração mais visitada do país), Museu de Ciências(dos maiores no mundo em sua área), e uma infinidade de outros menores como o do Handel, do Sherlock Holmes e até o Museu do Leque. Neste link  tem uma lista dos museus londrinos. Façam uma pesquisa que vale a pena.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: