Chenonceau

Castelo dos castelos, o mais famoso de todos, o lugar mais comentado, fotografado e propagandeado do Loire. Este é o Castelo de Chenonceau

História

Também conhecido como O castelo das Sete Damas, Havia uma construção feita no século IX, que foi queimada em 1411, quando construíram o que hoje é o Chenonceau. Com um nome destes, obviamente está ligado a vida de 7 mulheres, sendo a mais famosa, a rainha Catarina de Médicis Diz-se que ela deu uma festa em 1560 para a rainha da Escócia para mais de 1000 convidados, durando vários dias.

Enfim: assim como outros, este castelo já foi lar de amantes reais e rainhas verdadeiras, sendo vendido e revendido. Na Primeira Guerra Mundial, chegou a ser uma enfermaria hospitalar, até que em 1951 foi restaurado e hoje é o Segundo castelo mais visitado da França, atrás somente de Versailles.

O Castelo

Mas e para o visitante? Posso dizer que por fora, o castelo é realmente lindíssimo. Já na chegada, caminha-se pelo meio de árvores altas e que dão todo um ‘clima’ ao lugar.

Chegando...

Chegando…

Castelo de Chenonceau

Castelo de Chenonceau

A vista dele para quem chega é de uma grande torre redonda e o castelo sedo protegido por ela.

Por dentro, temos alguns quartos que já foram habitados pelos reis, as sempre muito bonitas lareiras, a (enorme) cozinha e o grande salão que é a ponte sobre o rio Cher. Além disto, há várias obras que podem ser apreciadas, inclusive de gente como Tintoreto. Mas bonito mesmo é tirar fotos de dentro para fora, do rio e do pedaço do castelo que aparecer nestas fotos.

Dentro do castelo

Dentro do castelo

O Quarto das cinco Rainhas

O Quarto das cinco Rainhas

Vista do castelo

Vista do castelo

Saindo de lá, os jardins. Para quem sai, vá pela direita, que é o jardim mais bonito. Este é o Jardim de Diane de Poitiers, amante de Henry II, que viveu no palácio por um tempo. Vale a pena passear por ele, mas o que realmente vale é pela vista que se tem do castelo a partir do jardim.

Jardins vistos do castelo

Jardins vistos do castelo

A partir do Jardim de Diane de Poitiers

A partir do Jardim de Diane de Poitiers

OLYMPUS DIGITAL CAMERA OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Pela esquerda, temos o jardim de Catarina de Médicis a esposa de Henry II que, quando ele morreu, expulsou sua amante Diane dali. Achei o jardim menos bonito, mas a vista do castelo também é excelente.

Vista do Jardim de Catarina de Medicis

Vista do Jardim de Catarina de Medicis

Estacionamento

O estacionamento do castelo é bastante grande e gratuito, e fica praticamente na entrada do castelo.

Alimentação

No próprio castelo há alguns restaurantes – e com preço não muito alto. Porém, as filas estavam enoooormes. Do lado de fora há um monte de barraquinhas vendendo sanduíches na baguete e crepes. Compre seu almoço e coma em um banquinho embaixo das árvores dali que vale como um ótimo picnic!

Com bebês

Assim com nos outros castelos, há várias escadarias aqui, portanto o carrinho é deixado do lado de fora. E cuidado ali, hein! Venta muito (ou ventava quando fomos) e vi uns 2 carrinhos sendo levados pelo vento – por isto desmontei o meu e deixei só apoiado, mas protegido do vento.

Mas não descarte o carrinho: a estradinha para entrar no castelo, e também seus jardins, são razoavelmente grandes e pode valer levá-lo, mesmo não podendo usar dentro do castelo propriamente.

Informações

Os Jardins do Villandry são ainda mais impressionantes, mas como castelo mesmo, concordo com todos: este é  “O” castelo a ser visitado. Para conhecer por dentro, vale de 1 a 2 horas, pois são vários aposentos cheios de história. E se tiver tempo, mais pelo menos 1 hora nos jardins. E há outras coisas que não vi, como um labirinto e outros jardins; quem puder ir, deve valer a pena.

Enfim: por dentro é muito bonito, com destaque para o “Quarto das cinco Rainhas” – mas bonito mesmo é olhar o castelo de fora. Isso sim vale a visita.

A página de preços no site oficial está fora do ar, mas pagamos 11 euros/pessoa. E este vai ser um ano especial para o castelo, que está comemorando os ‘500 anos de Chenonceau’. Aproveite, que deve ser inesquecível

Chenonceau - 500 anos de história

Chenonceau – 500 anos de história

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: