Catavento Cultural

Procurando algum lugar que a Isabeli pudesse curtir também, acabei me deparando com o Catavento Cultural. Já tinha ouvido falar, mas não fazia ideia do que era – pesquisando, era ‘só’ o Número 1 em atrações na cidade de São Paulo pelo Trip Advisor (neste momento, caiu para segundo).

Como pode um lugar ser tão bem avaliado e eu nem saber o que era? O site deles é bastante informativo , mas ainda não sabia direito o que esperar – pegamos o endereço e lá fomos…

Chegando – e um susto

O Catavento fica no Palácio das Indústrias, no Parque D. Pedro II. Dá para ir de metrô razoavelmente fácil, mas estava preguiçoso e fomos de carro. O problema é que carro ali no centro é complicado, e mesmo no gps, é meio ruim de achar a entrada, já que o Parque é bem grandinho. Mas após achar, o estacionamento é bem grande.

Catavento Cultural

Catavento Cultural

Agora o susto: deixamos o carro, aproveitamos o lugar e após o almoço dei uma passada no carro, quando encontro a janela estava totalmente aberta! Rapido vou ver e – UFA – tudo no lugar, nada mexido… foi na hora de acionar o alarme que apertei o errado e eu deixei o carro totalmente escancarado – umas 4 horas depois e absolutamente nada foi roubado. Só por milagre mesmo…

Catavento Cultural

Do lado de fora tem algumas réplicas de aviões e de cavalos, representando velhos meios de locomoção da cidade – a Isabeli adorou os cavalos, mas adorou principalmente o monte de crianças: dezenas e dezenas, todas ‘organizadinhas’ seguindo suas professoras em filas da escola (os monitores ali devem trabalhar bastante) – a Isabeli quase fugiu com um dos grupos 🙂

Eita época boa..

Eita época boa..

Olha o cavalinho..

Olha o cavalinho..

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Lá dentro descobri que parece uma Estação Ciência, que eu tinha ido quando era criança, e que está fechada para reforma. Começamos pela parte chamada “Vida”, com seus aquários, insetos (encontrar os bicho-pau é bem divertido, inclusive para os adultos), tem uma parte muito interessante sobre as aves do Brasil.

Mas a melhor parte, para crianças ou adultos, é o “Engenho”, com diversos experimentos bem práticos de Mecânica, Ótica, Fluídos e um monte de coisas que, mesmo tendo estudado bastante do tema, ainda é divertido ver nos experimentos.

Lá no final é a parte mais divertida para os menores: uma enorme piscina de onde ficam saindo bolhas e mais bolhas de sabão. A criançada ficava doida e a Isabeli queria sair correndo atrás das bolhas.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Muita mecânica e engenharia prá molecada

Muita mecânica e engenharia prá molecada

Cabelo todo arrepiado - será que foi susto?

Cabelo todo arrepiado – será que foi susto?

Criando seu próprio tornado

Criando seu próprio tornado

Almoço

Para almoçar, nada como aproveitar o estacionamento e a localização e partir para o Mercado Municipal, que fica uns 15 minutos a pé. Se estou sozinho, ia para o básico Sanduíche de Mortadela (um absurdo de grande, aliás), mas com a pequena e a Mima, almoçamos decentemente. E depois, ainda comprei um monte de doces numa loja de doces portugueses (depois reclama que tá gordo!!)

Passeando no mercado

Passeando no mercado

É meio diferente esse negócio aqui...

É meio diferente esse negócio aqui…

Universo

Voltamos para o Catavento para ver a última parte, com um meteorito e muitas imagens bonitas. Para os maiorzinhos esta área é fascinante – já a Isabeli ficou meio sem saber o que fazer, então foi rápida esta parte.

Com bebê

Claro que muito novinho não vai entender nada, mas a Isabeli já conseguiu curtir bastante, especialmente o monte de botões que tem em todo lado e ela podia ficar apertando. Crianças maiorzinhas, que já entendem um pouco o porque das coisas, vão gostar mais ainda – aliás: deve ser passeio obrigatório para ser feito por crianças pequenas e depois refeito quando um pouco mais velhas e já tiverem estudado aquilo tudo.

Carrinho: Desta vez nem levamos, mas tirando uma escadaria, daria para usar sem problemas. Para a gente, só fez falta mesmo quando para ir até o Mercado – chegamos lá com o braço dolorido já.

Troca: No final da parte de mecânica tem trocador – o que foi bom, porque ali era mais ou menos a metade do passeio.

Informações

Não sei se vale o lugar de “Principal atração da cidade”, mas sem dúvida é um lugar que vale conhecer. A entrada custa só R$ 6,00 e o estacionamento, outros 10. O nosso passeio durou umas 2 horas no total, seguido do almoço no mercadão e mais uns 30 minutos a tarde. Assim chegamos lá pelas 10h00 e só saímos depois das 14h00 – bastante tempo e muito bem aproveitado.

Aproveite que o estacionamento fica mais barato e vá também no Mercado e, quem quiser comprar ou só passar, bata perna pela 25 de Março

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: