1 mes

Faz mais de 1 mês que não tem post aqui…

Mudança

No dia 16 de Setembro, níver do meu irmão, fizemos nossa mudança para a nova casa – e é interessante como tudo o que tínhamos no apertamento, mal cabendo espaço para a gente, ficou tão espaçado na nova casa que até eco a gente faz por aqui.

A Isabeli é quem mais se diverte: agora tem uns corredores grandes para ficar passeando e os brinquedos, por mais espalhados que fiquem, não fica aquela bagunça ocupando a casa toda como era antes.

Por outro lado, é estranho estar em uma nova casa e mesmo 3 semanas depois, não parece que é a nossa casa… mas ok: algum dia a gente se acostuma.

Tristeza

O pior deste mês: 1 dia depois da mudança, faleceu meu avô. Era o último e o mais querido dos avós – o bom-humor foi sua marca característica de uma vida cheia de histórias da qual só conheci um pedacinho, mas este pedacinho seguramente formou muito do que sou hoje.

Ele já tinha 86 anos e estava mal há algum tempo, mas os últimos 2 meses foram particularmente difíceis para o psicológico dele, por uma série de coisas que não vale escrever.

Não vou falar mais simplesmente por que não dá. É a pessoa mais querida que já perdi e mesmo passado 1 mês, ninguém se recuperou ainda. A gente só pode orar a Deus que conforte sua companheira dos últimos 20 anos (ele já era viúvo), que tão bem fez para ele, e minha mãe e tio(irmão dela)que estavam com ele nas últimas horas.

Viagem

Para completar, dia 29 embarquei para o 23 Encontro Internacional GeneXus. Foi ótimo como sempre, ainda que cansativo (e comigo preocupado com a família sozinha já na segunda semana na casa nova). Foi meu oitavo destes eventos e apesar de ser um momento de trabalho, é muito bom poder sair do escritório um pouco e principalmente: rever o pessoal da matriz, rever uma turma vai todo ano aqui do Brasil, além de conhecer gente nova.

XXIII Encontro Internacional GeneXus - make a difference

XXIII Encontro Internacional GeneXus – make a difference

Jantar para os estrangeiros

Jantar para os estrangeiros

Passamos o ano todo falando por email ou telefone e é nestes eventos que dá para conhecer pessoalmente uma pequena parte deste pessoal, o que é sempre muito bom!

Este ano ainda terminamos a sexta em um churrasco na casa de um colega da empresa – éramos 2 brasileiros, 2 japoneses e os uruguaios, num pequeno encontro internacional só nosso, regado a Norteña, Tequila mexicana e coca-cola para mim; além da carne uruguaia, que é maravilhosa!

Assado(churrasco) uruguaio

Assado(churrasco) uruguaio

De volta

Mas como vai no nome do blog: estamos de volta. Esta viagem ao Uruguai me inspirou e é sobre ele que espero começar a escrever.

Saludos,

Esta foto é só prá lembrar do dia das crianças, que afinal é amanhã :)

Esta foto é só prá lembrar do dia das crianças, que afinal é amanhã 🙂

Anúncios

Aplicativo para APAE e outros..

Depois das ‘férias’, entrei numa daquelas fases de trabalhar mais do que devia, que todo mundo passa de tempos em tempos.

Tudo para ajudar a turma da That One Consulting, liderada pelo Denis Furtado, a liberar 2 aplicativos de uma vez só para o Amazon Web Services – Summit, São Paulo.

O grosso do trabalho já estava feito, então só dei uma força no finalzinho, mas já foi o suficiente de ‘diversão’ em 2 projetos tão interessantes quanto estes.

Doar Apae

Nome autoexplicativo. Baixe no google play, faça um cadastro rápido e ajude com sua doação para a APAE de São Paulo. Pode tanto ir pelo catálogo que tem no app, quanto lendo QRcodes (aqueles códigos quadradinhos que já está se popularizando por ai)

Doação por QrCode

Doação por QrCode

Doar Apae

Doar Apae

Depois da liberação já saiu no Catraca Livre, Convergencia Digital  e outros. Aproveite e doe, fazendo você também sua parte.

Supermercado Rossi

O segundo aplicativo é mais comercial, mas é um daqueles marcos da tecnologia. Basicamente é um app para comprar no Supermercado Rossi, com um catálogo de produtos(ainda pequeno, já que ainda estão começando). O diferencial é que você pode também comprar lendo QrCodes.

Catálogo padrão

Catálogo padrão

Mas prá que isto? Bom… há mais de 1 ano na Ásia já é possível ‘fazer o mercado’ dentro das estações do metrô. Tem lá imagens dos produtos e seus códigos. Enquanto espera o trem, a pessoa faz a compra lendo os códigos do que precisa e depois é só esperar em casa.

Para este aplicativo fazer isto só falta ter os códigos nas estações de trem – o resto está pronto 😉  Imagine em vez de ficar na fila na Sé por 30 minutos, faça seu mercado nas paredes da estação – ou compre na hora aquele produto que você gostou numa revista… 

Lista de produtos

Lista de produtos

Compre pelo código

Compre pelo código

Este foi só o primeiro teste, o pessoal vai seguir desenvolvendo, mas a ideia é sensacional.

AWS Summit

Dia 30 de Julho foi o terceiro Summit (cúpula) da Amazon Web Services no Brasil. GeneXus desde o começo tem uma parceria interessante com a Amazon por aqui e entramos como patrocinador gold do evento.

Estes aplicativos já estão há algum tempo sendo feitos, mas com este evento da Amazon, nada como unir os 2 e por isto a correria para o lançamento, que obviamente foi feita neste dia, e posso dizer que foi um sucesso.

Stand GeneXus

Stand GeneXus

Para completar, eu mesmo pude fazer uma pequena apresentação de GeneXus no meio de uma palestra sobre Arquitetura de servidores na nuvem da Amazon. Não falava para tanta gente desde o discurso na formatura do colegial (ainda meu recorde de audiência). Tinha só 5 minutos e neste dia valeu eu falar rápido, porque deu para falar bastante coisa, apesar do nervosismo e do tempo.

Sala da Amazon.. não, não foi nesta que eu falei...

Sala da Amazon.. não, não foi nesta que eu falei…

É isto… depois desta correria das últimas semanas, espero voltar a nossa programação normal nos próximos dias.

Abraço

*todas as fotos daqui foram cedidas involuntariamente pelo Facebook do Denis Furtado, grande idealizador dos aplicativos.

Mudança de prioridades

Nestes 9 anos de viagens e mochilagem, sempre disse que viajar é questão de prioridades – fizemos em média 1 viagem grande por ano. Por outro lado, não sobre grana para mais nada – nem a tal ‘reserva de emergências’ criamos ainda. E nem o nascimento da Isabeli mudou isto.. para este ano já tinha planejado outra viagem. Como disse: prioridades. Mas agora chegou a hora de, ao menos temporariamente, mudar a prioridade.

No começo do ano estava analisando 3 lugares: Itália (o sonho), Colômbia (era a maior possibilidade) e Brasil (para onde?) Apesar de muita gente fazer estas viagens mais longas com criança em idade intermediária (nem tão novinha que dê para ir no berço, mas não tão velha a ponto de aguentar muito tempo sentada), a Isabeli estava começando a ficar reclamona em qualquer saída de carro por mais de 1 hora – imagina então para a Itália – assim que esta acabou sendo deixada para o futuro.

Colômbia parece uma ótima opção, com Cartagena e Bogotá, quem sabe uma esticada até San Andres – mas são 6 horas de voo até Bogotá e a Mima ficou com medo da Isabeli começar a reclamar demais e acabamos também deixando.

As férias seriam em Junho\julho e no Nordeste é só chuva em boa parte – depois de pesquisar, resolvemos por Fortaleza, passando uns dias no sul e outros mais ao norte do Ceará. Para a região, 10 dias parecia bom, então emendaria em Belo Horizonte e cidades históricas de Minas, que ainda não conhecemos. Viagem resolvida, planejamento começado.

Mas ai chegou Abril (ou Maio) e do nada, sem nenhum planejamento financeiro, surgiu uma oportunidade boa e… demos nosso apartamento como entrada em uma casa. A casa é nova, então tem que colocar piso, pintura, móveis, enfim: todo o mínimo para tornar um lugar habitável.

Resultado: em lugar de Fortaleza, pela primeira vez desde 2005(quando guardava dinheiro para o casamento), as férias foram em casa. Mais: passei metade delas entre pintar a casa e visitar depósitos de construção. Dos 10 dias que tiramos, fizemos algo de ‘férias’ em 2, saindo  passear em Sampa mesmo.

Se tudo der certo, no final de Agosto, começo de Setembro, fazemos nossa mudança (até porque temos que desocupar nossa casa, que já foi vendida).

E o blog?

Um dos motivos para ter levado mais tempo que a média para escrever sobre Paris é que eu queria ficar lembrando da última viagem que faremos em algum tempo (imagino a próxima só para 2015, mas quem sabe ano que vem, né).

Tenho algumas coisas para escrever sobre São Paulo e sempre quis fazer posts do Uruguai (afinal: já fui lá umas 8 vezes – a trabalho – nos últimos anos), mas depois disto não sei. Talvez escrever sobre Bolivia, Peru, talvez Patagônia, ou mesmo parar por um tempo. Não sei mesmo… vamos ver o que o tempo nos trará.

Por enquanto, obrigado aos que aparecem de vez em quando 😉

Museu do Futebol - Pacaembú

Museu do Futebol – Pacaembú

Passeando pelo Mercado Municipal

Passeando pelo Mercado Municipal

Virada Cultural 2013

Assim como ano passado, este ano nos metemos de novo com um Aplicativo para a Virada Cultural – como é a segunda vez, não ficou uma história tão interessante, mas o aplicativo em compensação…

Decidindo o desenho

Desde Janeiro sabíamos que teria o app para montar e a única certeza era que faríamos um aplicativo novo, ‘do zero’. Assim em Fevereiro fui testando desenhos com uma colega, aumentando o ritmo de trabalho, até que do final de Março prá frente pegamos prá valer. Em 10 de Abril foi o “X Encontro GeneXus“, onde tive uma palestra para comentar sobre apps de usuários/o caso do ano passado e até o pessoal do Catraca Livre falou um pouco.

Foi muito legal e naquele momento tinha um aplicativo praticamente pronto e do qual eu estava gostando bastante. Alguns dias depois levamos para a equipe de marketing da empresa e…. refizeram totalmente o desenho! Socorro!! Faltava só 1 mês para a virada e começamos a mesma correria do ano passado.

Pelo menos o backend já estava razoavelmente ok, mas junto com Maria Ines (desenho) e Franklin Buitron(desenvolvimento) refizemos quase inteira a parte de interface. E se eu gostava da anterior, simplesmente adorei a nova!

Menu Inicial - iphone

Menu Inicial – iphone

Buscando apresentações - iphone

Buscando apresentações – iphone

Além da tela de favoritos e de poder dar nota para as atrações (antes delas acontecerem, como era justamente a ideia), as imagens das redes sociais, o mapa de ‘mais perto'(no máximo 2 km, o que no centro já dá uns 40 palcos diferentes), os Roteiros… é tudo muito, muito melhor do que ano passado.

Detalhe de apresentações, iphone

Detalhe de apresentações, iphone

Mapa de Palcos

Mapa de Palcos

Dia 30 de Abril, já pelas 11 da noite, subimos a versão da apple que, até agora, está quase impecável nas notas de quem baixou 😀

A saga dos dados

Para evitar os problemas do ano passado, já montei minha estrutura pensando no que a prefeitura me mandou ano passado. Mas lá pelo meio de Abril descobri que a turma da virada mudou completamente com a troca do prefeito. Não preciso entrar em detalhes, mas a gente não teve acesso a nenhuma informação estruturada, só a lista que está no site mesmo. Com isto, chegamos a ter por 2 dias o app aprovado pela apple, mas sem dados não adiantava liberar nada.

Assim, o pessoal do Catraca Livre montou uma força-tarefa para colocar tudo manualmente! Depois de 2 dias nesta loucura, consegui encontrar uma maneira de pegar os dados do html mesmo, e o pessoal do Catraca está até agora pesquisando nome a nome no google para conseguir imagens e informações do máximo possível de atrações da Virada Cultural.

Resultado: graças a turma do Catraca Livre, o aplicativo está mais completo que o próprio site da Virada Cultural – cheio de informações e imagens de tudo o que conseguimos.

Android  e um concorrente interessante

No dia 02 de Maio a Prefeitura anunciou que ia lançar o próprio aplicativo. Isto já foi uma ducha de água fria, quando avisaram que o GOOGLE seria o responsável por ele… o que acabou é animando a gente a fazer o melhor possível – afinal, não é todo dia que temos o Google como concorrente 😉

Foram aí uns 6 dias pesados para fazer tudo o que tinha no ios funcionar a contento nos Androids (que afinal, tem um monte de versão diferente). O Aplicativo oficial saiu na ultima sexta, dia 10 – e nosso medo era que ficasse muuuuuito melhor que o nosso. Nós liberamos umas poucas horas depois deles e no final, acho que não saímos tão mal – basta ver este comparativo no Estado.

É claro que até a Virada ainda tem alguns dias, e problemas sempre podem acontecer, mas por enquanto estamos indo bem.

Menu inicial - Android

Menu inicial – Android

Lista de atrações

Lista de atrações

Detalhe de apresentações - Android

Detalhe de apresentações – Android

Catraca Livre

Não ia adiantar muito eu e os colegas da Artech criarmos o app se não fosse o apoio do Catraca Livre nisso tudo – a começar na divulgação. e também na cbn. Conseguiram também apoio do Guia da Semana

Também estão fazendo um trabalho bem legal com os dados(acho que estamos melhor que o ‘oficial’ e mesmo que o site). E ainda montaram uma série de roteiros que estão ficando muito bons e podem orientar muita gente no dia.

Próximos

Já subimos uma nova versão de ios com dados pré-carregados, pois assim quem não tiver conexão, não vai ter problemas… basta a apple aprovar a publicação. Também estamos vendo de conseguir o mesmo para Android o mais breve possível.

Resultados

Hoje, 15 de Maio, faltando 3 dias para a Virada Cultural, saímos em vários lugares, como Mobile TimeMacMagazineConsumidor Moderno além de no próprio site da virada cultural. Mas o melhor são os comentários e avaliações, como aquele do Estado, este da Revista Info, o Baixe Aqui e a Exame

Enfim: Quem vier para a Virada Cultural, vale baixar. Quem não vier, baixe também para ver o que está perdendo!

 Clique aqui para iphone/iPad/iPod e Clique aqui para Android

http://www.genexus.com/ViradaApp

Indicação de leitura, agradecimento e mudanças na Net

Indicação

Na época de Miami, tirei boas informações do Wazari e semana passada ele escreveu um post que tem tudo a ver com o que tenho escrito aqui, então tenho que indicar: “Paris: Passeio com crianças“.

Fiz tudo o que ele comenta ali, mas o foco aqui é em gente ainda mais nova do que ele… e ainda nem comecei a escrever, então quem precisar mais rápido, vale passar lá – e quem não tiver pressa também, que a leitura é sempre muito boa.

Agradecimento

Aproveitando que não tem um tema específico: o blog aqui é bem pequenininho, mas chegamos à média diária de 50 views (mais de 70 em alguns meses de pico)..e agora em em Abril vamos chegar aos 30 mil pageviews  nestes 2 anos e meio funcionando – o mais importante: todo mês bate com boa margem o mesmo mês no ano anterior.

É um número muito baixo perto de quase todo mundo, mas como nem no facebook eu lembro de colocar os links, acho que é um número bastante decente. Por isto, obrigado aos que aparecem de vez em quando, e principalmente para aqueles que costumam voltar.

A Efemeridade na informática.

Por último, o motivo inicial deste post:

Quando comecei o blog, colocava imagens que eu havia subido em http://olemxela.multiply.com, onde tinha fotos de viagens desde as primeiras, para o Peru e a Bolivia – me parecia melhor já reaproveitar o que tinha do que fazer upload novamente. Porém, após alguns meses comecei a subir as fotos diretamente no blog.

Pois qual não foi minha surpresa ao, neste fim de semana, descobrir que o Multiply estava fora do ar. É uma pena, já que gostava bastante dele e quase comecei meu blog lá. Não sei há quanto tempo ele está fora, mas já é o segundo ´álbum’ online que faço e que acaba saindo do ar.

Lembrando do viciante orkut (que conheci em minha primeira viagem e foi um companheirão na segunda) e pensando nestes 2 álbuns que eu ‘perdi’, é realmente impressionante como as coisas nascem, crescem e morrem numa velocidade cada vez maior na internet. Mesmo gigantes, como o facebook, começam a perder seus usuários.

Por outro lado, quando comecei no colégio(94) o Windows estava ainda surgindo – e cá estou, 20 anos depois, montando o sistema da Virada Cultural para Smart Devices. Assim, sem esta ‘efemeridade’ eu poderia nem ter emprego 😉

Mas ok, isto tudo é filosofia…. por sorte eu havia feito backup e sabia exatamente que fotos colocar em que lugar dos posts. Assim que passei umas horinhas subindo as fotos e ajeitando os posts. Se alguém andou acessando algo sobre Madri (e a Final da Copa do Mundo… ), Polônia, Budapeste ou Viena, pode voltar que já está arrumado.

E para mim valeu rever aqueles posts… dá uma vontade danada de voltar a todos aqueles lugares – mas ainda tem tanta coisa para se ver que dá até ansiedade – deve ser a Síndrome da Próxima Viagem :-D. Pior: estava planejando para Junho, quando surgiram mudanças muito grandes e a próxima viagem está adiada por tempo indeterminado – mas é por um bom motivo – e a história fica para outro dia.

%d blogueiros gostam disto: