Montevideu, parte 2

18 de Julio e Feira de Tristán Narvaja

Partindo da Plaza Independencia, no sentido contrário do calçadão, damos na 18 de Julio, a principal avenida do país. Se estiver hospedado por ali vale uma caminhada pela avenida, pelo menos as primeiras quadras- se estiver mais longe, aproveite os calçadões na praia que são muito mais divertidos.

O que tem é um tanto de comércio (que na verdade não tem muita coisa que valha comprar), e é ótimo para trocar dinheiro, visto que há casas de câmbio em toda esquina, mas para visitar, o que vale ali são suas praças. Costumo tirar fotos na Plaza del Entrevero, ou Plaza Fabini.

Inicio da 18 de Julio

Inicio da 18 de Julio

Plaza Fabini - 2005

Plaza Fabini – 2005

Subindo um pouco mais, chegamos na Plaza de Cagancha (sim, é este o nome…), uma praça bem arborizada, mas um pouco menos interessante. Esta é o máximo que já fui a pé… .

Plaza Cagancha

Plaza Cagancha

Quem vai de Domingo, pode aproveitar a Feira Tristán Narvaja que fica justamente seguindo em frente pela 18 de Julio – ainda que parece meio longe, então vale pegar um táxi. Eu nunca fui nesta feira, que muita gente adora e outros odeiam. Vale ler o relato que linkei e também o Trip Advisor. Achava que ia ser no estilo Feira de San Telmo, de Buenos Aires (esta sim, uma delícia.. pelo menos em 2008), mas acho que está meio longe disto.

Pocito e as Ramblas

Ramblas são os enormes calçadões que circundam praticamente toda a orla da cidade. Especialmente nos fins de semana, muita gente aproveita para caminhar por ali e a paisagem sempre é bonita. Durante a noite, sempre dá para encontrar rodinhas de gente compartilhando o Mate (bebida nacional, parece o chimarrão brasileiro ). Nas primeiras vezes que fui para lá, sempre saía dar umas voltas no calçadão de noite – em Setembro é um tanto frio e ver aquelas rodinhas com o povo tomando mate é até meio estranho no começo, mas depois a gente acostuma e é curioso…

Pocitos é dos bairros mais bonitos da cidade, onde ficam muitos dos hotéis que o pessoal costuma ir e também diversos restaurantes. Além do mais, a orla ali é particularmente bonita. Fiquei hospedado ali somente em 2003, num mês de Março, que foi quando aproveitei também meu único banho de Rio (ali parece mar, mas é rio mesmo), já que estava bastante calor. Lembro que a água era beeeem gelada, mas a gente sempre se acostuma.

Pocitos, num sábado de 2003

Pocitos, num sábado de 2003

Pocitos

Pocitos

Se não der tempo para ir para Pocitos ou outro lugar, uma caminhada pelas ramblas perto do porto já vale a pena. Encontrei um texto legal sobre a região aqui.

Cerro Montevideo

Tinha ouvido alguns mochileiros falarem, mas só lá e ninguém mais fala do Cerro e sua Fortaleza. Acabou que levei 6 anos para finalmente conhecê-lo – principalmente porque antes disto eu sempre voltava na quarta-feira para casa. O problema é que ele fica bem afastado. Fui somente 1 vez, em um grupo de um city-tour  e foi curioso a gente passando por um bairro claramente mais pobre, mas não tão pobre assim, quando o guia comenta que é a região mais pobre da cidade. Se é eu não sei, mas sei que é muito melhor que vários bairros bem decentes de São Paulo…

Enfim: o cerro fica meio distante e é um tanto isolado, e dizem ser um pouco propenso a batedor de carteira,  por isto só se recomenda ir até lá com um city tour ou de táxi. Então porque ir? É o lugar mais alto da cidade (menos de 400 metros) e a vista de lá é muito, muito bonita. Só a vista já faz valer o passeio.

Cerro Montevideu

Cerro Montevideu

DSCN7406 DSCN7399 DSCN7397

A cidade vista do alto

A cidade vista do alto

Há outro mirador na cidade, o Mirador Panorâmico, que não conheço ainda… quem sabe este ano 😉

Parque Rodó

O Parque Rodo é um parque de diversões perto da praia. Nunca fui, mas muita gente coloca com o lugar mais legal da cidade para passear e para admirar a paisagem. Vale ver este outro site para mais opiniões – até tive vontade de conhecer, mas nunca fui atrás.

City Tour

Falei em city tour… creio que em Montevideu só vale se tiver muito apertado. Eu fiz 1 vez quando a Mima foi lá, porque a gente ia ter só 1 dia e ainda estava meio feio – além do mais, eu queria conhecer o Cerro.

O tour dá uma parada na Plaza Independencia, sobe a 18 de Julio até o Estádio Centenario (outro lugar que ainda preciso conhecer por dentro) vai para alguns bairros mais chiques, para ver o lado bonito da cidade, passa pelas praias, e vai até o cerro, terminando no porto.

Estadio Centenario

Estadio Centenario

Estádio Centenario

Estádio Centenario

Como falei, bom para quem tem tempo e na época custou barato… mas quem for ficar somente no centro, ou topar ver um táxi para o dia, dá para fazer tudo até mais tranquilamente.

No próximo, um pouco sobre hospedagem, comida, dinheiro…. coisas mais práticas mesmo. Saludos,

Anúncios

Uma resposta

  1. Obrigada pela citação ao nosso texto de Montevidéu. A cidade é linda e pretendemos voltar lá em breve!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: