10 Vezes Uruguai

Até 2003 o que mais sabia do Uruguai era futebol: Jogar contra Nacional ou Peñarol na Libertadores era  bem complicado; O São Paulo já teve um monte de jogadores uruguaios importantes; um dos primeiros jogos de Copa que vi foi Uruguai 0 X 0 Espanha, em 1990; e claro: O Maracanazzo de 1950!

Também tem as aulas de história, especialmente a Guerra do Rio do Prata e a Guerra da Cisplatina. Em geografia, sabia que era um país pequeno lá abaixo do Rio Grande…

Pois em 2003, há 10 anos, antes de sequer sonhar com mochila e viagem, minha primeira viagem internacional foi para Montevideo – no primeiro dia de trabalho na Artech, onde estou até hoje – na época nunca tinha ouvido espanhol na vida e mal sabia o que era transporte publico no exterior… quanta diferença!

10 visitas

Além desta primeira viagem, para conhecer a empresa, estive em Montevideu 8 vezes a trabalho, para os Encontros Internacionais. O último, de numero 23  foi agora na primeira semana de Outubro. Em pelo menos 3 destas 8 viagens aproveitei para fazer um pouco de turismo em Montevidéu mesmo e também Punta del Este – em 1 destas vezes consegui levar a Mima para conhecer um pouco do Uruguai.

Pocitos, Montevideu, 2003

Pocitos, Montevideu, 2003

Show de tango  -2007

Show de tango -2007

Assim que a trabalho foram 9 viagens: a primeira semana e 8 Eventos. Neste tempo todo, houve 2 anos que não fui para lá a trabalho – e mesmo assim em 1 deles dei um jeito de ir para o Uruguai: foi em 2008, quando estava em Buenos Aires de férias, depois de 15 dias pela Patagônia, que a gente fez passeio de 1 dia até Colônia del Sacramento, cidade histórica lindinha a 1 hora de barco da Argentina.

Colonia del Sacramento, 2008

Colonia del Sacramento, 2008

Las Manos, Punta del Este

Las Manos, Punta del Este

Onde ir

As 3 principais cidades são Montevidéu, Punta del Este e Colônia. Um feriadão de 4 dias já dá pelo menos para ter uma idéia: Se hospede em Montevidéu: Punta fica a 2h30 a direita do mapa e Colonia 2h30 a esquerda. Assim, alugue um carro, pegue turismos com agência ou vá de ônibus mesmo para 1 dia em cada cidade e outro na própria Montevidéu.

Quem tiver mais tempo, aproveite o litoral – seguindo de Punta para cima tem um monte de cidadezinhas gostosas para conhecer e falam muito bem de Capo Polônio, para ficar até algum tempo a mais.

Para quem realmente pode, ir de carro até Buenos Aires e voltar pelo Uruguai deve ser uma delícia (meu irmão fez isto, aliás).

Vista do Porto, Montevideu, 2005

Vista do Porto, Montevideu, 2005

Show de Candombe, outra tradição na dança

Show de Candombe, outra tradição na dança

Alimentação

A fama da carne argentina é muito grande (e merecida, porque é ótima mesmo), mas a carne uruguaia é ainda melhor. Não falo da parrillada, que esta me dá medo (tem umas partes ali no meio que não tive coragem de experimentar até hoje). Falo é dos cortes mesmo!

A carne deles é normalmente um pedaço grande e extremamente macio., numa grelha diferente da nossa. O que mais gosto são o Lomo (equivalente ao File Mignon) e o Entrecot (seria o Contra-Filet). Também um Cuadril pode ser bastante decente. O Chorizo (não é o nosso, é linguiça de boi mesmo) é outra delícia. Achei curioso que de uns anos para cá tenho visto “Picaña” no cardápio – não experimentei ainda, mas é uma prova de que estamos viajando bastante para lá.

O gosto pela carne é tão grande que digo sempre: Basta pensar que o mercado do PORTO é conhecido principalmente pela carne de boi. Dica: peça ‘al punto’ ou ‘pasada’ – que o ao ponto deles é uma mau passada por aqui.

Parrilla uruguaia - 2007

Parrilla uruguaia – 2007

Outra tradição é o Chivito – no final é um ‘x-tudo’ com carne no lugar do Hambúrguer, e que vale a pena experimentar.

Outra delícia é o Doce de Leite. É fantástico – e para um gordinho então, uma perdição! Quando volto prá casa, sempre trago uns potinhos de Dulce de Leche e Dulce de Crema de Leche – eu acabo sempre trazendo Conaprole, mas tem outras marcas.

Custo

A moeda é o Peso Uruguaio, que no aeroporto está saindo 1 real = 7,7 pesos e no centro da cidade dava para comprar 8,6 pesos. E é bom ter dinheiro, por que em todo lugar é dinheiro ou cartão de crédito e nós temos o IOF para pagar. Curioso é que dinheiro pode ser qualquer um: pesos, reais ou dólares. Todos os restaurantes que fomos, mercados e até mesmo camelôs aceitaram as 3 moedas. Claro, cada um faz a cotação que quiser nestes lugares 😉

Na comida, Montevidéu regula com São Paulo. Ao menos para comer, a região do centro histórico não fica nada a dever a São Paulo. Dificilmente conseguimos almoçar por menos de 30, 40 reais por ali. Claro: se for num restaurante mais chique por lá vai pagar bem menos que aqui, mas os do ‘dia a dia’ regulam bem com Sampa-até mais caros.

Táxi é barato: uns 30 minutos numa sexta-feira a noite saiu por uns R$15,00. Já do aeroporto até o centro me parece ser bem carinho, até porque é bem longe.

Hospedagem tem de tudo – desde os albergues até hotéis mais caros… como falei:  se for ficar pouco tempo, se hospede em Montevidéu mesmo.

Pesquisa

Como sempre, comece pesquisando muito! A parte uruguaia no Mochileiros.com é muito, muito boa. Por uns 3 anos fui editor desta área no site (e mais Chile e Patagônia), mas lá se vão outros 3 anos que não participo muito – e posso dizer que continua excelente.

Roteiros bastante completos de lugares, hospedagem e baladas das 3 principais cidades, como fazer se for de carro pelo país e mesmo uns passeios diferentes, como Passeio em Vinícolas

Também no Viaje na Viagem tem uma área específica sobre Montevideu, sendo este o melhor de todos os posts. Mas pesquisando no site tem muita coisa também de Punta e algo de Colonia.

Se procurar na internet tem mais um monte de blogs e histórias sobre o Uruguai, mas com estes 2 sites já dá para montar uma viagem completa!

Plaza de la Independencia, MVD, 2013

Plaza de la Independencia, MVD, 2013

Quem for para lá, vale baixar Donde está el cajero – aplicativo que basicamente mostra os ATMs mais próximos de você e pode ser muito útil em um momento de aperto. Tem outros também sobre as cidades especificamente, mas falo depois.

Feliz Cumple

Para completar, o Encontro costumava ser no meio de Setembro, e 2 ou 3 vezes fiz aniversário estando por lá – sendo que o último deles virou uma festa: ouvi pelo menos 3 vezes “Parabéns a você” da brasileirada e ainda um “Cumple Años Feliz“. Mais um motivo prá ficar bem marcado na memória!

Enfim: desde 2003, somente em 2010 não fui a terras uruguaias. Neste tempo aprendi a falar um portuñol bem razoável, continuo temendo Nacional e Peñarol na Libertadores, torço muito para que eles venham para a Copa brasileira (já pensou uma revanche na final?) e principalmente: fiz muitos amigos uruguaios. Enfim: aprendi a gostar demais do país – e recomendo a todos uma visita para lá, com pelo menos 4 dias para conhecer tudo!

Nos próximos vou entrar nos detalhes das cidades.

Update: GENEXUS

Momento ‘merchã’: Claro que não dá para sair sem lembrar qual é o trabalho…estes 10 anos na empresa(mais 2 antes dela) trabalho com GeneXus . Tenho ai vários posts no blog sobre a ferramenta, que me ensinou mais uma coisa sobre o Uruguai: por lá se faz tecnologia de altíssimo nível!

Pouca gente aqui sabe, mas vem do Uruguai a ferramenta em que se desenvolve um monte de coisa em empresas tão diferentes como: Honda, Nestlé, Itaú (todas estas com há pelo menos 15 anos), Tecnisa, Porto Seguro, Toyota, umas dezenas de portais e sistemas internos de diversas prefeituras do Brasil.

Revistas como InformationWeek e Info Exame já tiveram sistemas desenvolvidos em Genexus (a última, o sistema de Smart Devices para a InfoTrends). A Amazon é uma parceira muito grande aqui no Brasil (e também nos EUA)

Na área de viagens, parte do sistema da IATA é feita com GeneXus – e também alguns sistemas da American Airlines. A Unidas(locadora de veículos) usa desde os tempos do DOS… A Agaxtur, agência de viagens, também usa a ferramenta há bastante tempo.

Em aplicativo, um aplicativo que tem muitos downloads o app para o Metrô do México – em ios e Android 

Enfim: GeneXus está em todo lado, e provavelmente você já usou algum sistema feito na ferramenta.

Anúncios

Uma resposta

  1. […] falei do que comer neste post – agora é o onde. Primeiro tem que ir no Porto – já foi? Então na Peatonal Sarandi há […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: